domingo, 21 de março de 2010

Além da Orbis Imperial: Fortaleza de Feira de Santana.


Fortaleza de Feira de Santana.

Acontecimentos de 28/1º/1009 de Morgan à 1/3º/1009 de Morgan.

Adaptando-se com dificuldade ao novo espaço territorial, alguns encapetados não kkkk, e tendo as penúrias do exercito medieval como contraponto. Eles seguem em campanha com os Exércitos da Torre Branca. cumprindo bem missões de patrulha, sendo que uma nova patrulha em que seguiram foi demasiadamente fracassada, puseram-se em fuga como puderam a frente do exercito da Floresta de Abadia que estava em seu encalço. Tamanha mortandade se seguiu, na fortaleza conseguiram manter a linha, por pouco o massacre não foi maior, para alivio da população local.

Os oficiais seguiram desesperados, reconhecendo as perdas e capturas de peças de artilharia. A qual se o inimigo usassem poderia ser o prenuncio da queda da cidade-fortaleza.

Logo foram em tal missão adentre as linhas inimigas, desviando-se por pouco do corpo do exército inimigo, destruindo com sucesso postos avançados do inimigo durante a busca desesperada da maquina de cerco. Conseguindo achar no meio as vastidões da floresta o objetivo, puseram em pratica a destruição do aparato, a qual houve resistência feroz e encarniçada na posição. A fuga do local fora imprescindível, o sucesso corria risco se fossem capturados. 

Tão logo os dias se passaram na fortaleza, e o descanso pueril proporcionado, uma grande expedição se fez necessária segundo as autoridades da torre. No caminho os intrépidos aventureiros e a expedição foram emboscados, grandes perdas e rompimentos das linhas foram ouvidos a varias léguas, e os fervorosos exércitos da floresta mandaram os dragões, o terror se abateu e varias tropas foram perdidas. Seguiu-se a retirada depois da encarniçada e longa luta de sobrevivência. Os embates prosseguiriam e o reagrupar era de urgência.